Limpando o Source do Kernel

Vai a dica de agora: como limpar os dados gerados de compilações anteriores do kernel? Seria simples responder: “make clean”, porém, este comando não realiza uma limpeza completa. Existem três opções para esta tarefa, cada uma com um nível de limpeza maior.

  • make clean – deleta a maior parte dos arquivos gerados na configuração e compilação.
  • make mrproper – deleta toda a configuração existente e todos os arquivos gerados.
  • make distclean – além de realizar a remoção da maior parte dos arquivos gerados, como o make clean, também remove as TAGS, Makefile e config.status.

2 comentários sobre “Limpando o Source do Kernel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *