Componentes de um Bancos de Dados Relacional

Como todas as linguagens de programação, um banco de dados é desenvolvido em uma linguagem de programação e utiliza de uma linguagem criada a partir dessa para interação com os dados. Em um banco de dados existem diferentes meios de se comunicar com o banco de dados, conforme descrevo a seguir.

Data Definition Language (DDL)

É um tipo de linguagem de programação/scripting utilizado para se relacionar com o banco de dados para a definção da estrutura do banco de dados. Isso inclui diversas características do banco de dados, como tamanho de tabelas, localização das chaves, views e dados de relacionamento.

Data Manipulation Language (DML)

Contém os  comandos para habilitar ao usuário determinada visualização dos dados, manipulando os dados para que permita um usuário realize a visualização dos dados de determinada forma. Além disso, utilizar do banco de dados para adicionar, modificar, organizar e remover dados do banco de dados de uma forma pré-definida. Nesses comandos são possíveis realizar ações no banco de dados conforme já pré-determinado pelo administrador de dados.

Query Language (QL)

Habilitar ao usuário do bando de dados em realizar uma consulta ao banco de dados. As possibilidades de uso da QL devem são definidas pelo administrador do ambiente. Se o propósito é permitir o acesso à determinados dados de forma específica, o DML pode ser também uma opção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *